MARCOS TEXTOS
"Guardo em mim tantas coisas, acaso me perca, me encontrarei dentre elas"
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


...o susto e a surpresa...

...
  Alfred percebe algo preso no fundo de uma das piscinas (
a maior e mais isolada...).   
  Tratava-se de um corpo feminino, uma jovem senhora com a idade estimada entre 25 e 30 anos, não mais que isso.  
  O mordomo sempre comedido e discreto, sua característica  principal, nesta hora esboça grande apreensão.
  Vendo seu desespero o senhor e a senhora Winston deslocam-se rapidamente até o local e presenciam aquela imagem , entendendo naquele momento, todo o nervosismo de Alfred.
  ...Senhor Winston sabe exatamente o que deva ser feito e pede a Alfred que chamasse imediatamente a polícia para registrar e relatar tal fato e quem sabe uma possível correlação do ocorrido com a festa, que atravessou madrugada a dentro.
  Rapidamente chegam a mansão três viaturas, dentre essas uma especializada em assuntos especificamente ligados a crimes hediondos que requeiram investigações posteriores detalhadas e sigilosas.
  Nada costuma escapar da análise e das arguições sempre muito pertinentes do competente, investigador Thomaz Benett da cidade de
Hornell; condado de Steubem em Nova York.
 Todos os pormenores são checados e avaliados, pois  nada pode ser descartado em situações delicadas onde vidas são postas em "xeque"..., diz o invetigador Benett.
  Alfred era uma figura, além de principal, fundamental neste episódio e para que se fizesse relato com o máximo fidelidade dando mais veracidade aos fatos, seu depoimento e considerações eram mais que necessárias, até porque o senhor Winston, esposa e demais integrantes daquela família, o tinham na mais alta conta, visto como um sujeito e cidadão de extrema confiança.
  Detalhista e atento a todas as mínimas informações que para muitos pudesse soar como inócuas, Alfred sempre via mais que qualquer um naquela casa.
  Tão certo isso é verdade que faz o investigador Benett perceber também essa qualidade latente em Alfred, sugerindo em tom de brincadeira e descontração, que o bom Mordomo fosse trabalhar com ele, ser seu braço direito.
 De pronto o senhor Winston "
corta as asinhas" do investigador..., também de forma espirituosa, dizendo que dobraria, melhor, triplicaria os vencimentos do mais que amigo e mordomo, para tê-lo sempre á seu lado. Nesta hora quebra-se por um minutinho o gelo e todos caem numa gargalhada contida é claro, considerando não ser uma hora aproprida para tais arroubos e distrações.
  Benett sem contar mais tempo autoriza que se faça a retirada do corpo da moça do fundo daquela piscina.
  Retirada a vítima da água era visível a surpresa do astuto investigador, pois observa entre os dedos da jovem algo rígido e brilhante preso numa das mãos, que mais parecia um botão dourado, objeto que com certeza fora arrancado, depois de uma ferrenha luta, perdida é claro pela pobre moça que o segurou mesmo depois do seu passamento.


...e foi isso mesmo que aconteceu! 
 
  Enfim, por parte dos patrões, numa demonstração de fidelidade e respeito mútuo, dão carta branca para que o mordomo falasse o que bem entendesse, pois confiavam ao extremo na seriedade, na sua retidão de caráter, também por que tinham certeza que o que viesse dizer acrescentaria e ajudaria certamente, contribuindo sobremaneira para elucidar o que apresenta-se como um forte indício de ser aquele fato um terrível e covarde assassinato.
  Depois de ouvir as falas e considerações oportunas do investigador Thomaz Benett, Alfred 
intervem de uma forma ampla, rica e proveitosa, pois traz consigo uma informação, a juntar-se aos "autos do processo"   

............assim veremos no último epsódio desta intrigante história de suspense em que poder-se-á ter uma surpresa e uma reviravolta.......
..........................

 
Marcosvi
Enviado por Marcosvi em 14/09/2018
Alterado em 14/09/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários