MARCOS TEXTOS
"Guardo em mim tantas coisas, acaso me perca, me encontrarei dentre elas"
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

 ROUBADOR
 Resultado de imagem para desilusão

Apenas um toque te dei
Com a ponta de um dos dedos
Fiz falar meu coração
Copiei-o de um borrão
Depois de acordar cedo
Perdi o medo, de novo liguei.
 
Passava longe, das onze horas
...junto, um filme ligeiro
A saudade, ardeu no meu peito
Fugir, vi que não tinha jeito
Por não estar mais completo e inteiro
Perdi o medo, incerto, teimei e liguei.
 
Sabia, se estendia a calma da noite
Seu sono, quando seu dono, sabia de cor
Advinhei as palavras, suas bardas me vinham
Tomei mais um copo de vinho
Enxugando meu frio de suor
Perdi o medo, arredio e liguei.
 
Tentativas atropelavam meu sono
Como cão sem dono, chorei, ‘tava’ só
Já via o fundo do terceiro dos frascos
Descobria neste instante meu fraco
Com meu passado, passando ao redor
Caí sem forças, errando, chorei!
Marcosvi
Enviado por Marcosvi em 03/12/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários