MARCOS TEXTOS

"Guardo em mim tantas coisas, acaso me perca, me encontrarei dentre elas"

Textos

Sob as ordens de Deus...
 
th?id=OIP.PDHSzFgZ39U665_SipYXqQHaHa&w=229&h=215&c=7&o=5&pid=1.7
Calem-se trovões
Cessem de vez temporais
Chuvas, passem ligeiro
Ventos ao chegar, sequem primeiro
As dores abafadas dos bons
Depois enxugue das lágrimas todos os sofrimentos
As injustiças, as mágoas, os ressentimentos
Soterre junto com essas imundícias, seus “ais”!
 
Deixem vazias as nuvens pesadas
Apaguem-se faíscas, relâmpagos e raios
Tudo calmo, agora o sol forte pode reinar
Arco-íris não demore, já pode riscar
Cessou vendaval, não há mais tenebroso som
Fartos sorrisos se escutam, além das curvas do rio
 Renova-se a vida, outrora esquecida, ...por um fio
 Parte de vez para as trevas, o algoz solitário!

 
th?id=OIP.3H62Hq3kC-7u-pqoLX5U2wHaE-&w=296&h=198&c=7&o=5&pid=1.7
9k=

 
Marcosvi
Enviado por Marcosvi em 28/10/2019
Alterado em 28/10/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras