MARCOS TEXTOS

"Guardo em mim tantas coisas, acaso me perca, me encontrarei dentre elas"

Textos

 MEIA NOITE E UM...
th?id=OIP.9IVor5O1BlIRBY52LtD_dQHaE8&w=270&h=180&c=7&o=5&pid=1.7
 
No primeiro minuto de hora
Chuvas lavaram a cidade
Árvores arrancadas
Pelas raízes tombadas
Medo e dificuldades
                       Naquele minuto de hora!
 
Sem tempo, resgate tardio
O que escapa perece do frio
Águas sobem margens enlodadas
Sujeiras que não foram dragadas
Pavor e dor, triste realidade
                              Naquele minuto de hora!
 
Intermináveis sessenta segundos
Gemidos que emergem do fundo
Possíveis vidas drenadas
Sugadas pela enxurrada
Terror, pânico e crueldade
                        Naquele minuto de hora!
 
Cessa chuva e temporal
Enfim, amainou vendaval
Calmaria comemorada
Muitas vidas são preservadas
Uma luz vem pra trazer claridade
                     No segundo minuto de hora!

th?id=OIP.jgHbSREY5iCcAnEqdggPhgHaFi&w=237&h=173&c=7&o=5&pid=1.7
 
Marcosvi
Enviado por Marcosvi em 01/11/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras